Godzilla – Conheça a origem e curiosidades sobre o monstro mais famoso dos cinemas.

capa

Godzilla – ou “Gojira”, no original japonês – é um monstro gigante fictício protagonista de diversos filmes japoneses, além de animações, quadrinhos e adaptações cinematográficas americanas, uma delas sendo lançada nos cinemas em Maio deste ano, quando o mostro completa 60 anos de existência.

A Origem

Em 1954, quando Ishiro Honda resolveu rodar o filme, que teria como personagem principal um grande monstro – parecido com um dinossauro “bombado” –, o Japão ainda estava se curando dos males causados pelas bombas atômicas. Mas não foi esse acidente nuclear que realmente chamou a atenção do diretor.

No dia 22 de janeiro daquele ano, um navio chamado Daigo Fukuryu Maru, também conhecido como Lucky Dragon 5, zarpou da cidade Yaizu para fazer sua pesca cotidiana. Mas logo que partiu, diversos problemas começaram a atrapalhar a missão. A primeira complicação ocorreu quando as redes se enroscaram em um coral, o que ocasionou a perda de metade das linhas. Depois disso, o motor apresentou mal funcionamento, porém, não querendo perder tempo, a tripulação decidiu se infiltrar em alto-mar para tentar reverter o prejuízo.

Já no dia 1º de março, o Lucky Dragon 5 estava perto do Atol de Bikini, local onde alguns testes com bombas atômicas haviam sido feitos. Por problemas de comunicação, os tripulantes do barco nunca receberam um memorando no qual uma restrição de aproximação do atol havia sido expedida pelo governo japonês, após o anúncio americano de que pretendia testar uma bomba nuclear a hidrogênio no local.

Lucky Dragon 5

As 6:45 da manhã, um enorme clarão surgiu no horizonte e, logo após, uma chuva de cinzas começou a cair sobre o barco. Apesar disso, os pescadores ignoraram o acontecimento e continuaram a pescaria. A “sorte” deles é que, naquele momento, o barco estava fora da zona de risco determinada pelos americanos, mas o que ninguém sabia era que a zona de risco havia sido muito mal calculada. Os americanos previam uma explosão de 6 megatons, porém a bomba liberou incríveis 15 megatons!

Sem saber de nada, os pescadores estavam expostos a uma radiação astronômica. No final da tarde, quando retornavam para a costa, os homens do mar começaram a sentir os primeiros problemas causados pela radiação. Todos se sentiam enjoados e não conseguiam comer. Em poucos dias, eles desenvolveram queimaduras em todo o corpo, as gengivas sangravam e os olhos estavam inchados, como se fossem cair do rosto.

No retorno ao Japão, o governo local colocou os homens em quarentena, porém o peixe acabou sendo vendido, o que ocasionou a morte de algumas pessoas em terra. O primeiro tripulante do barco a morrer foi o operador de rádio.

Por isso, em outubro de 1954, o filme Godzilla foi lançado no Japão, tendo como cena de abertura um barco sendo destruído pelo monstro que, em seguida, acaba matando o operador de rádio. No final das contas, todo o filme do Godzilla é uma grande crítica as armas nucleares e o que elas podem fazer a humanidade.

 

Os Filmes

Muitos de nós conhecemos o Godzilla a partir daquele clássico de 1998, mas você sabia que este filme não é o primeiro, nem mesmo o décimo filme do nosso amigo reptiliano? Trata-se  do 23° filme do monstrão!

Nosso grande amigo já protagonizou nada mais nada menos que 30 filmes nesses seus 60 anos de vida, confira abaixo a lista completa.

GODZILLA (1954)

1954

“Godzilla” foi filmado pelos estúdios Toho apenas dez anos após os ataques nucleares de Hiroshima e Nagasaki. O longa, surpreendentemente sombrio, mostrou o quanto a ferida dessas catástrofes ainda estava aberta na cultura japonesa -entre as cenas há imagens de pessoas feridas e até de um coral de menininhas cantando em meio à destruição. Godzilla, nesse primeiro filme, talvez mais do que em todos os outros, é o horror nuclear transformado monstro. No final do longa, a criatura é desintegrada com uma bomba química que destrói o oxigênio. Mas ele não ficaria morto por muito tempo.

 

GODZILLA RAIDS AGAIN (1955)

1955

Depois de destruir Tóquio no ano anterior, Godzilla volta para atarcar Osaka. Essa é a primeira vez que o Rei dos Monstros enfrenta outro kaiju, o quadrúpede Anguirus. O tom do filme é menos sombrio e mais convencional do gênero de filmes de monstros gigantes dos anos 1950. Godzilla, no final, é soterrado por uma avalanche de gelo causada pelo exército e fica em hibernação

 

KING KONG VS. GODZILLA (1962)

1962

Poucas vezes o termo “duelo de titãs” foi tão apropriado. O monstro do Ocidente enfrenta o monstro do Oriente na telona. Tudo bem que o King Kong original, com cerca de oito metros, só chegaria até a canela de Godzilla. Aqui, porém, Kong tem seu tamanho turbinado e até fica mais forte depois de levar um raio. Mas, por incrível que pareça, o adversário original do Rei dos Monstros seria um Frankenstein gigante!

 

GODZILLA CONTRA A ILHA SAGRADA (1964)

1964

Após o sucesso de Godzilla, os estúdios japoneses testaram uma série de monstros, como Rodan, Varan e Gamera. Entre os sucessos mais improváveis estava Mothra, mariposa gigante que -não é brincadeira- defende duas fadas gêmeas minúsculas. Mothra, personagem que teve grande apelo no público feminino, aparece tanto em forma de lagarta, usando “ataques de seda”, quanto com o visual mariposa, batendo suas asas contra Godzilla e usando “ataques de pólen”

 

GHIDORAH: O MONSTRO TRICÉFALO (1964)

1964-2

Filme que introduz um dos principais antagonistas de Godzilla: o dragão espacial de três cabeças Ghidorah. A “história” envolve marcianos que usam controle mental e a chegada de Ghidorah. Mothra e o pterodátilo Rodan também dão as caras e lutam contra Godzilla, antes de os monstros se unirem em uma batalha épica contra Ghidorah

GUERRA DOS MONSTROS (1965)

1965

Cientistas descobrem um tal “Planeta X”, cuja população está sob ataque de um misterioso monstro que, descobrem, trata-se de Ghidorah. A humanidade então “empresta” Godzilla e Rodan para enfrentar a ameaça, mas acaba traída pelos extraterrestres. Numa das cenas mais infames da série, Godzilla arrisca uma “dancinha da vitória” ao enfrentar Ghidorah

 

EBIRAH, TERROR DOS ABISMOS (1966)

1966

Nada de muito novo, mostrando como os estúdios Toho estavam sem criatividade, soltando a toque de caixa todo ano filmes de Godzilla. O longa traz um monstro marinho com jeitão de lagosta para ser enfrentado por Godzilla, que chega até a ter um “interesse romântico” por uma humana, bem ao estilo do rival King Kong

 

SON OF GODZILLA (1967)

1967

Após os primeiros filmes terem tom mais sério, o processo da diminuição da faixa etária do público alvo de Godzilla vai seguindo até “Son of Godzilla” -e baixaria ainda mais. O Rei dos Monstros tem o seu momento paizão, tentando ensinar seu filho fofinho a cuspir o bafo nuclear da família -chega até a dar uma “ajudinha”, pisando no rabo do filho. Godzilla também ajuda o pimpolho se defender de um monstro que faz bullying e até leva o garoto para passear em cima de sua cauda

 

O DESPERTAR DOS MONSTROS (1968)

1968

Originalmente, esse seria o final da série. O estúdio Toho reuniu então seus grandes monstros para se enfrentarem. A história envolve uma ilha que seria uma espécie de recanto ecológico, no qual as criaturas vivem. Mas as coisas saem de controle quando alienígenas conseguem controlar os kaijus. O final fica por conta de todos os montros se unindo para enfrentar Ghidorah, que leva uma sova

 

ALL MONSTERS ATTACK (1969)

1969

A infantilização da série se torna total nesse filme, que tenta seguir a onda de monstros com apelo infantil como Gamera. No longa, um garoto fã do Godzilla se inspira no lagartão para enfrentar valentões. O menino até fica amigo do filho de Godzilla, que diminui de tamanho quando quer! E que agora FALA! O filme ainda tem a pachorra de reciclar cenas de filmes anteriores, com a desculpa que a duplinha está “lembrando” as façanhas antigas de Godzilla.

 

GODZILLA VS. HEDORAH (1971)

1971

Depois de um filme para a criançada, nada como um Godzilla psicodélico para comemorar a entrada nos anos 1970. Repleto de loucuras e alucinações -como a cena de uma boate onde todos viram peixes!- esse filme tenta passar uma mensagem ecológica, com Godzilla enfrentando um monstro de poluição que, francamente, parece um cocô gigante. Não, você não leu errado. O longa também tem um dos momentos de maior bizarrice da série: Godzilla usando seu bafo nuclear como jato para voar de costas

 

GODZILLA VS. GIGAN (1972)

1972

A “trama” envolve baratas alienígenas que querem dominar o mundo e constróem um parque temático de monstros. Mais lutas reaproveitadas de outros filmes aparecem, e Godzilla perde seu rugido característico para ganhar falas! Mas, ao menos, há um monstro novo. Gigan é um papagaio metálico que só tem um olho e possui ganchos no lugar das patas, além de uma motosserra na barriga. O filme também marca o fim de uma era, sendo a última atuação do intérprete original de Godzilla dentro da fantasia, Haruo Nakajima

 

GODZILLA VS. MEGALON (1973)

1973

Uma raça que vive no subterrâneo da Terra fica brava com a bagunça dos vizinhos da superfície e lhes envia uma espécie de inseto com mãos de furadeira e que atira bombas: Megalon. O filme também traz um robô gigante ao estilo Ultraman e Spectreman chamado Jet Jaguar -com sua própria música tema-, que se junta a Godzilla pra enfrentar Megalon e Gigan, dois a dois como numa luta-livre. E está vendo essa imagem no pôster dos monstros lutando sobre o World Trade Center? Nada disso aparece no filme, mas a divulgação usa dessa “licença poética”

 

GODZILLA VS. MECHAGODZILLA (1974)

1974

Podemos imaginar a reunião de roteiristas da Toho: “O que seria mais destruidor que Godzilla?”, pergunta um. “Já sei”, diz outro. “Um MECHA-Godzilla!”. “Gênio!”. Na história, dois Godzillas se enfrentam, até um revelar ser cibernético ao perder, aos poucos, sua pele na batalha. MechaGodzilla, descobre-se depois, é controlado por macacos espaciais. O robozão voa, tem mísseis e campo de força. O ponto baixo do filme é um número musical in-ter-mi-ná-vel

 

TERROR OF MECHAGODZILLA (1975)

1975

A novidade nesta sequência direta do filme anterior é uma criatura marítima que se junta a MechaGodzilla para enfrentar o Rei dos Monstros. O filme fecharia a série original, e Godzilla ficaria dez anos longe das telas japonesas

 

GODZILLA 1985 (1984)

1984

As férias fizeram bem a Godzilla. Ele volta com visual renovado e melhores efeitos especiais, marcando o “reboot” da série numa história bem parecida à do filme original, lançado 30 anos antes. Sem novos monstros aqui ou retorno de antigos, só o Rei dos Monstros aparece fazendo o que faz melhor: destruir Tóquio

 

GODZILLA VS. BIOLLANTE (1989)

1989

Cientistas têm a brilhante ideia de combinar células de Godzilla com vegetais, criando uma espécie de planta carnívora gigante. Claro que tudo logo dá errado, e cabe ao Rei dos Monstros enfrentar essa nova ameaça. O exército tenta de tudo, até infectar Godzilla com uma bactéria “antirradiação”, sem sucesso

 

GODZILLA VS. KING GHIDORAH (1991)

1991

Sabe o que faltava para tornar as histórias de Godzilla mais complicadas? Viagem no tempo. Pois, a partir daqui, não falta mais, com Godzilla sendo apagado da história por pessoas do ano 2204, quando o Japão já foi destruído pela criatura. O Rei dos Monstros acaba substituído por Ghidorah -que, surpresa, volta a destruir tudo. Mas um novo Godzilla é recriado por meio de um experimento com um submarino nuclear e enfrenta Ghidorah, que, depois de perder uma de suas cabeças, é reconstruído, tornando-se nada menos que um MechaGhidorah!

 

GODZILLA VS. MOTHRA (1992)

1992

As tais fadinhas que comandam Mothra revelam que, quando o equilíbrio natural da Terra é ameaçado, uma Mothra maligna em formato de morcego, a Battra, aparece para destruir a civilização. Adivinha quem aparece para botar ordem na casa?

 

GODZILLA VS. MECHAGODZILLA II (1993)

1993

MechaGodzilla agora é o bonzinho. Trata-se de uma arma construída pelas forças armadas japonesas para enfrentar Godzilla. De brinde, aparecem no filme um novo Rodan e um novo filho de Godzilla

 

GODZILLA VS. SPACEGODZILLA (1994)

1994

Saca essa: células de Godzilla ficaram presas em Mothra e, quando ela se refugiou no espaço, “polinizou” um buraco negro, criando um Godzilla espacial! O tal SpaceGodzilla tem poderes de lançar cristas como mísseis e até criar campos de força. O filme traz também Moguera, um novo robô baseado em, juro, uma toupeira cibernética

 

GODZILLA VS. DESTOROYAH (1995)

1995

O coração de Godzilla se torna um reator nuclear instável e ameaça explodir o mundo. Enquanto isso, o Japão é atacado por insetos que são mutações causadas pelo destruidor de oxigênio usado contra Godzilla no primeiro filme da série. Eles se unem formando um monstro gigante com jeito de capeta, Destoroyah. No final, o filme traz a morte de Godzilla, mesmo que indicando que seu filho pode seguir com o legado do pai

 

GODZILLA (1998)

1998

Se no filme anterior Godzilla morreu, neste aqui é como se estivessem dançando sobre o seu túmulo. Esse Godzilla americano feito fora do estúdio Toho mais parece fugido do Jurassic Park, completo com filhos de jeitão de velociraptor. E por quarenta anos a essa altura os filmes da série têm aquela cena clássica do exército atirando sem efeito contra o Rei dos Monstros, e aqui o Godzilla ianque morre com dois mísseis! O terror só não é maior que a trilha sonora do Puff Daddy e Jimmy Page. O monstro foi até renomeado para apenas “Zilla”, com os japoneses explicando nos próximos filmes que os americanos se enganaram sobre a identidade do monstro

 

GODZILLA 2000: MILLENNIUM (1999)

1999

Godzilla ressurge como que sedento de vingança pela afronta do filme americano do ano anterior, num longa que parece uma lição de como o longa devia ter sido. Homem com roupa de borracha ao invés de gráficos de computador, exército atacando Godzilla em vão e até a aparição de um novo vilão, Orga. O bicho é tão grande que se mostra capaz de engolir Godzilla como uma jibóia, mas acaba sofrendo uma indigestão de proporções nucleares

 

GODZILLA VS. MEGAGUIRUS (2000)

2000

Experimentos do exército com UM CANHÃO QUE ATIRA BURACOS NEGROS abrem um buraco interdimensional do espaço tempo contínuo ou algo do tipo fazendo aparecer misteriosos ovos. De lá sai um enxame de insetos gigantes que depois de apanharem de Godzilla viram Megaguirus, um monstro alado

 

GODZILLA, MOTHRA AND KING GHIDORAH: GIANT MONSTERS ALL-OUT ATTACK (2001)

2001

Antes de tudo, me diga se esse não é o melhor título de filme da história? O visual de Godzilla volta a ser mais parecido com o original ao invés do look mais espinhudo do dos anos 1990. Monstros antigos dão as caras também com visual mais caprichado

 

GODZILLA AGAINST MECHAGODZILLA (2002)

2002

Militares usam os ossos do Godzilla original para criar um MechaGodzilla e enfrentar um novo Godzilla. Mas a trama se complica quando os genes de MechaGodzilla “lembram” que ele um dia foi Godzilla e o monstrão sai destruindo as cidades

 

 GODZILLA: TOKYO S.O.S. (2003)

2003

Continuação direta do filme anterior. Godzilla continua atacando o Japão porque eles usaram os ossos do Godzilla original no MechaGodzilla. Mothra também exige que os ossos de Godzilla sejam retornados ao mar. A humanidade se recusa e Mothra ataca

 

GODZILLA: FINAL WARS (2004)

2004

Nos 50 anos de Godzilla, Toho juntou quase todos os seus kaiju, cada um atacando uma cidade diferente do globo e são enfrentados por soldados mutantes com agilidade digna de Matrix. Godzilla é acordado e sai feito um serial killer matando um por um dos montros – até o “Zilla” americano! O final é verdadeiramente épico, com um enfrentamento do Rei dos Monstros com um dos maiores vilões da série: King Ghidorah

 Texto de Guilherme Solari e retirado do UOL Cinema

Godzilla (2014)

2014

A mais recente adaptação americana deste clássico japonês, lançada recentemente nos cinemas, que promete ser fiel aos clássicos da década de 1950. Muitos dizem que este filme é um “pedido de desculpas” por aquele filme de 98.

Curiosidades e Referências

  • O nome original do filme de 1954 era “Gojira”, uma mistura de “gorila” (“gorira” em japonês) e baleia (“kujira” em japônes)
  • O filme O Professor Aloprado inclui uma sequência de sonho relacionada a Godzilla com o professor em pessoa transformado em um ser gigantesco vagando pelas ruas e fazendo com que a pessoas corram de medo.
  • Em Marte Ataca! há uma cena onde os marcianos assistem a trechos do filme Godzilla vs. Biollante.
  • Modelos de brinquedo de Godzilla, Rodan e outros monstros dos filmes clássicos podem ser vistos no quarto de um garoto na abertura de Creepshow, de George Romero.
  • Em O Mundo Perdido: Jurassic Park, todo o terceiro ato está repleto de referências a Godzilla, principalmente devido ao T.Rex solto em San Diego. Uma cena notável inclui um grupo de empresários japoneses que fogem do tiranossauro, enquanto gritam: “Eu saí de Tóquio para fugir disso!”. Em várias entrevistas, Steven Spielberg mencionou que a sua principal inspiração quando filmou Jurassic Park foi o filme Godzilla.
  • Em Independence Day, o personagem interpretado por Ross Bagley é visto com action figures de Godzilla e Mecha King Ghidorah. O diretor do filme é o mesmo Roland Emmerich que futuramente dirigiria o remake norte-americano de Godzilla.
  • No filme Toy Story 2, quando os amigos de Woody e um falso Buzz Lightyear estão em um carro, a Sra. Cabeça de Batata diz para o personagem Rex: “Sossega o facho, Godzilla!”.
  • Em Sexta-Feira 13 parte 3, uma mulher se senta em uma rede e abre uma revista Fangoria para folhear algumas páginas até encontrar uma que tem as palavras: “25 anos com Godzilla”. Ela olha por um momento, até que o sangue de um amigo assassinado começa a pingar do teto.

sexta-feira 13

  • Na cena de abertura de Beavis and Butt-Head Detonam a América, os dois personagens são mostrados como gigantes em uma sequência de sonho onde destroem a cidade e lutam contra militares. Beavis aparece cuspindo fogo.
  • O monstro gigante apareceu também nos desenhos animados de Hanna-Barbera (“Godzilla: Hora Poderosa”) e Adelaide Productions (“Godzilla The Series”).
  • O departamento de efeitos sonoros testou diversos rugidos de animais para o Godzilla, mas nenhum se encaixava em um animal tão grande. Akira Ifukube inventou o rugido de Godzilla usando uma luva de couro áspera revestida de resina que passava ao longo das cordas de um contrabaixo, gravando o som que ecoava.
  • Provavelmente, a paródia mais famosa de Godzilla é a destruição causada pelo Sr. Stay Puft, o monstro de marshmallow, no filme Os Caça-Fantasmas.

Sr. Stay Puft

  • No filme Querida, Estiquei o Bebê, é possível ver um grupo de japoneses fugindo do bebê gigante e gritando: “Godzilla!”.
  • No episódio “Road to the Multiverse”, de Family Guy, uma das fotos mostra Brian como Godzilla e Stewie como um japonês.
  • Em um episódio de Ultraman, o herói luta contra um monstro bem parecido com Godzilla chamado Jirass. A roupa desse monstro foi feita em cima de outra usada em um filme de Godzilla de 1965.
  • No primeiro ano de Supernatural, Dean Winchester comenta que Godzilla vs. Mothra é o melhor filme da série, incluindo aí o original. Dean também menciona Godzilla em outras ocasiões e o seu irmão, Sam, já chegou a comparar uma luta entre anjos e demônios com uma entre Godzilla e Mothra.
  • O desenho As Meninas Superpoderosas constantemente apresenta um monstro muito parecido com Godzilla atacando a cidade, além de outros similares aos que coestrelam os filmes de Godzilla.
  • No antigo desenho The Super Mario Bros. Super Show, há um episódio em que o vilão Bowser come uma espécie de “super sushi” que o torna gigantesco. Ele então começa a atacar a cidade chamando a si mesmo de “Koopazilla”.

koopzilla

  • O episódio “Mecha-Streisand”, de South Park, parodia a série trazendo Barbra Streisand como Mecha Godzilla, Leonard Maltin como Jet Jaguar, Sidney Poitier como Gamera e Robert Smith como Mothra.
  • No episódio “30 Minutes Over Tokyo”, de Os Simpsons, o voo da família de volta para casa é interrompido por um ataque de monstros em Tóquio. Entre eles estão Godzilla, Gamera, Rodan e Mothra. Em outro episódio, durante o sexto especial de Halloween anual do desenho, Homer rouba uma rosquinha de um boneco gigante em uma lanchonete. O boneco é atingindo por um raio, ganha vida, e arranca os pés do concreto emitindo o clássico rugido de Godzilla.
  • Em Futurama, no episódio “The Devil’s Hands are Idle Playthings”, aparece em uma cena um holograma de Godzilla. Em um episódio anterior, “Leela’s Homeworld”, uma criatura chamada “Brainzilla” é rapidamente mencionada.
  • Em Os Anjinhos, um T.Rex com espinhos chamado Reptar é uma clara alusão a Godzilla e é mostrado em várias oportunidades, às vezes acompanhado por um pteranodon chamado Dactar, que é baseado no monstro Rodan.
  • No episódio “Courage in the Big Stinkin’ City”, de Coragem, o Cão Covarde, Coragem abre uma porta e dela surge King Ghidorah soltando seus raios gravitacionais.

coragem

  • Na sequência de abertura de Os Flintstones, quando os personagens entram no drive-in, uma placa de pedra aparece com os dizeres: “Em Cartaz, O Monstro”, e é mostrada a figura de um monstro muito semelhante à Godzilla.
  • Godzilla fez uma participação em um especial da Warner lançado para o mercado de home video chamado Patolino e Os Caça-Fantasmas, quando o Patolino tem um sonho onde é um cantor de um clube só para monstros. A versão reduzida de Godzilla mostrada no especial é chamada de “Shmodzilla”.
  • Em um episódio da série O Mundo é dos Jovens, os personagens Cory e Shawn discutem a respeito de ir assistir a um filme chamado “Godzilla vai ao Colégio”.
  • A primeira versão do jogo de construção de cidades Sim City trazia um monstro idêntico ao Godzilla que atacava a cidade construída pelo jogador, obrigando-o a tentar minimizar os estragos e a reconstruir os prédios logo depois.
  • Em um antigo jogo da SNK chamado King of the Monsters, havia um personagem de nome Geon que era inspirado em Godzilla. Ele inclusive soltava fogo pela boca e cidades eram destruídas no decorrer do game.
  • No jogo The Simpsons: Bart’s Nightmare, havia uma fase em que Bart Simpson se transformava em Godzilla e combatia as forças armadas. Além do “Bartzilla”, ainda havia a “Momthra”, uma versão de Marge Simpson da Mothra, e também o “Homer Kong”, uma paródia envolvendo o King Kong e o Homer Simpson.

bartzilla

  • A série de games Rampage é claramente inspirada em Godzilla e King Kong. Os jogadores controlam um bando de monstros gigantes que destroem cidades e sobrevivem a ataques de hordas de soldados armados.
  • No jogo Gex: Enter the Gecko, do saudoso Playstation One, o personagem principal se torna uma espécie de Godzilla e luta contra outro monstro baseado no Mecha Godzilla. Ambos emitem os rugidos clássicos.
  • No Duke Nukem 64, do Nintendo 64, se você voar acima da sala de projeção do cinema no level um, irá topar com um pôster do primeiro filme de Godzilla.
  • Godzilla também foi introduzido nos quadrinhos. O autor Doug Moench publicou uma série do monstro pela Marvel Comics, de 1977 a 1979, e fez parte também da Universo Marvel. Recentemente a Dark Horse publicou novas histórias sobre o Godzilla.

godzilla marvel

  • Em 1977, a banda Blue Öyster Cult lançou um single chamado “Godzilla” em seu álbum Spectres.
  • A lenda do heavy metal, Rob Halford, fala sobre Godzilla na musica “Made in Hell”.
  • Existe uma banda francesa de death metal chamada “Gojira”
  • No álbum Chaos A.D., dos brasileiros do Sepultura, consta uma música chamada “Biotech is Godzilla”.
  • No episódio “Storm of Love! Minako’s Grand Two-Timing Plan”, de Sailor Moon, existe um monstro em um filme chamado “Gazula”, que ruge como o Godzilla, mas é idêntico ao Gamera.

FONTES: 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Filmes e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Godzilla – Conheça a origem e curiosidades sobre o monstro mais famoso dos cinemas.

  1. eder murilo disse:

    incrível!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! o my god,os botões acabaram travando o.O

  2. Rodrigo Jorge disse:

    Gostei muito da sua materia. Estou abrindo um restaurante Geek no Centro do RJ e gostaria da sua permissão para imprimir e expor boa parte da sua matéria sobre o Godzilla na secao de monstros e alienígenas. Eu aproveitaria pra colocar uma avaliação do último filme (que ao meu ver foi bom). Caso concorde me passa seu nome e pagina para eu colocar como fonte. Abraço, Rodrigo Jorge.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s